Posts Tagged ‘Medalha’

Plantão – Bronze no Taekwondo!

agosto 23, 2008

Qual o sentido dos jogos olímpicos se não mexer com nossas emoções?

A cada prova, a cada conquista, a cada medalha, a cada momento especial vivemos um turbilhão de arrepios que nos iguala em sofrimento: atletas e torcedores.

E Natália Falavigna nos proporcionou momentos como estes, na madrugada de hoje. Ela que já tinha beliscado a sonhada medalha em Atenas, quando foi quarta, entrou no tatame para ganhar. E ganhou!

Perdendo na hora certa, na semi-final, nossa atleta foi para a decisão de terceiro lugar com postura de campeã. Estava estampado no semblante que aquele bronze seria dela – e foi uma surra. A atleta sueca não teve chances contra o ímpeto de nossa menina dos chutes bronzeados.

Natália se emociona com bronze. A tática de não bater na cabeça dos adversários deu certo. (Foto: G1)

Agora, para os que acham que fazemos piadas aqui no blog deixo uma pergunta: não devemos comemorar um bronze conquistado com esta garra?

Eu acho que devemos. Comemora, Brasil! Já são 8 bronzes, fôlego no nosso sprint rumo à meta.

Plantão – Aleluia!

agosto 22, 2008

FINALMENTE saiu o sexto bronze brasileiro nos Jogos de Beijing!

Depois do trágico dia de ontem, com pratas e derrotas, a genial dupla Ricardo e Emanuel nos alegra com a conquista do terceiro lugar no vôlei de praia. Os jogadores mostraram que os anos de sol e praia não foram em vão e bombardearam a Georgia, dos também brasileiros Jorge e Renatão, com mais violência do que a força aérea russa.

A dupla, que em olímpiadas passadas já amargou uma prata e um ouro, finalmente conseguiu colocar um bronze no peito e agora já faz parte do hall dos atletas maiores.

"Perdemos para poder ganhar" - Ricardo comemora com Emanuel o Pacto pelo Bronze

Valeu, meninos! Agora faltam só quatro.

PLANTÃO – Bronze Brazuca na 470!

agosto 18, 2008

É bronze! É bronze na Vela!

Que regata emocionante vencida pelo Brasil! As brasileiras Fernanda Oliveira e Isabel Swan foram perfeitas e conquistaram o bronze na regata da medalha da classe 470. É nosso quinto bronze nos jogos, é uma maré de boa sorte que começa a soprar sobre nossa delegação.

As meninas, que foram quartas no mundial, largaram predestinadas a manter o terceiro lugar na classificação geral. Logo de saída, começaram uma disputa ferrenha com o barco de Israel, que foi até o final da prova! Contudo, o que decidiria o resultado era a briga que acontecia no bloco de trás, entre o barco da Holanda e do Reino Unido.

As Holandesas, que estavam em segundo no geral, tentavam chegar em último o tempo todo – resultado que daria a prata para o Brasil. Porém, depois da terceira boia o vento de popa nos favoreceu, e as holandesas ultrapassaram “sem querer” algumas adversárias e chegaram em quinto lugar – ficando com a prata.

Como Galvão Bueno, vamos gritar 470 vezes: É bronze! É bronze! (Foto: Terra)

É nossa primeira medalha feminina na Vela. É nosso sagrado Bronze brilhando na raia de Beijing!

Em breve a tabela bronzeada com a nossa mais recente conquista!

Brasil, o país da vela

agosto 16, 2008

Começam a soprar bons ventos para o Brasil na raia olímpica, onde são disputadas as provas de vela dos jogos de Beijing. Os ventos são fracos, como é característica da região, mas podem nos impulsionar na direção de valiosos bronzes.

Na classe 470, Fernanda Oliveira e Isabel Swan conseguiram uma das 10 vagas na regata final, que será disputada na segunda-feira. E as notícias boas não param por aí: elas estão em terceiro lugar na pontuação – ou seja, o bronze é só uma questão de administração.

As nossas adversárias serão as israelenses, que estão em quarto lugar com quatro pontos a menos, e as holandeses, que estão em segundo lugar e certamente vão querer se livrar da iminente prata.

Para André Fonseca e Rodrigo Duarte a situação não é tão fácil assim. Velejando contra a corrente na classe 49er, os brasileiros aparecem na oitava posição e precisam de uma boa regata para subirem cinco postos até o bronze. A competição é na madrugada de sábado para domingo.

Porém, certo mesmo está Robert Scheidt, que se concentra em não ganhar o ouro. Com atitutes como essa a vela já nos deu muias alegrias. No total, são seis os bronzes do Brasil na vela em olimpíadas passadas. Esperamos que este ano não seja diferente!

Com quantas braçadas se faz um bronze?

agosto 16, 2008

Não esqueçam do desempenho geral de Cielo: ele nos deu um bronze! Faço esse pedido às pessoas que o atacam por conta do ouro nos 50 m livre. Que isso seja a primeira reação de muita gente, tudo bem. Mas agora que a poeira já baixou na piscina, não vale a pena bradar.

O ouro não é propriamente uma vergonha, como a prata. É apenas uma forma de fechar os olhos para as dificuldades e falta de apoio ao esporte no nosso país. Prefiro pensar que Cielo nao foi bom o suficiente para mesclar a força e a lentidão necessárias para ficar com o bronze. Como vimos, a medalha dourada é bem mais fácil nestas provas curtas, onde basta usar toda a velocidade e energia sem olhar para os lados.

Menção para o francês Alain Bernard, que conseguiu progressos significativos de quarta-feira para cá: aumentou seu tempo, conseguiu o bronze e deixou para trás o colar dourado recebido na prova dos 100m livre. Um dia a gente chega lá, com atletas deste nível e com este controle de desempenho.

Reuters)

Decepcionado com desempenho, Cielo é consolado por francês bronzeado (foto: Reuters)

Seguimos no plantão atrás de mais medalhas de bronze.

Plantão – Cielo Filho deixa escapar o bronze

agosto 16, 2008

Na final dos 50 metros livre, o nadador Cielo Filho não soube administrar bem o ritmo. Ficou na frente de ponta a ponta. O verdadeiro espírito olímpico – e as regras de cavalheirismo – manda dividir um pouco a liderança com os outros atletas.

Realmente a prova dos 50m é bem complicada. Trata-se de um deslocamento muito curto, onde os nadadores ficam bastante embolados. Fica complicado saber se vocês está em segundo ou em quarto. Mas é aí que se reconhecem os verdadeiros campeões. Cielo deve se contentar com o ouro.

Parabéns ao francês, que conquistou a medalha de bronze. A oitava da França, que agora empata com Austrália e Rússia.

A situação se complica. Agora é torcer para que a seleção de Bernardinho se concentre e mantenha o foco no Bronze.

Nem só de Kimono se bronzeia uma nação

agosto 12, 2008

Os milhões de internautas que acompanham o Bronze Brasil já repararam que o Judô tem sido privilegiado nessa primeira semana de jogos. Não é pra menos, foram 3 vitórias e muitas outras por vir, no mais bronzeado dos esportes olímpicos. Contudo, continuamos atento a todas as competições.

Nesta madrugada teremos brasileiros na natação, esgrima, tiro esportivo e vela. Além de notícias geniais de atletas de outras nacionalidades.

Quer um exemplo?

Campeão de boxe perde chance de medalha ao se confundir com resultado.

Leiam, por favor. O cara prova nossa tese que bronze vale mais – foi um ato falho, já que ele deveria ter entregue a semi-final. É o chamado cacoete de campeão.

Brasil termina dia em quinto lugar no quadro de medalhas

agosto 12, 2008

Os três bronzes conquistados no judô fizeram a equipe brasileira dar um salto fantástico no quadro de bronzes, deixando adversário no tatame. O Brasil ocupa ao final do quinto dia de competição a espetacular quinta posição, empatado com a Rússia, mas na frente no critério de “menos pratas”.

Confira a classificação de hoje.

A meta de 10 medalhas está cada vez mais próxima. Remenber Edinancy.

Um e nada

agosto 9, 2008

O primeiro dia de Olimpíadas se foi. E por enquanto, nada de medalhas de bronze para o Brasil.

A contagem segue aberta e o povo brasileiro, ansioso pelo primeiro bronzezinho tupiniquim.

Enquanto isso, Estados Unidos, Argentina, Coréia do Norte, Croácia, Holanda, Japão, Suiça, Taiwan e Uzbequistão já largaram na frente, cada um com um bronze. É bom ficar de olho e não deixar eles abrirem muita vantagem.

DEZ DE BRONZE É QUASE ONZE.