Fui à praia pegar um bronze

Após um final de semana de desempenho pífio dos tupiniquins na China, o cheirinho de bronze está no ar novamente. Chance concreta no caminho do Brasil.

A bola da vez é a do vôlei de praia.

A vitória de Renata e Talita hoje sobre a Austrália colocou a dupla dentro do grande templo sagrado do bronze: as semifinais. As duas fizeram uma campanha perfeita: invictas desde a primeira fase dos Jogos, 100% de aproveitamento. Justamente o desempenho que precisavam para enfrentar as americanas Walsh e May – que patrolaram a outra dupla brasileira, Ana Paula e Larissa – nesta fase.

Sem dúvida, uma situação extremamente confortável para a nossa duplinha. A estatística joga a favor: Walsh e May são as atuais campeãs olímpicas e nunca conquistaram o bronze olímpico. Renata parece confiante na derrota: “Walsh e May estão jogando muito. Elas são as melhores do mundo. Não existe quase nenhuma chance de não disputarmos o terceiro lugar.”

“A gente vai ter que suar pouco se quisermos brigar por esse recorde.”, declarou Talita em entrevista exclusiva ao Bronze Brasil, se referindo à campanha pelos 10 bronzes brasileiros.

Mas temos que ter cuidado. Foco, meninas. O clima de “já perdeu” é perigoso. Esse negócio de entrar de salto baixo – principalmente no vôlei de praia – já colocou muito atleta pouco experiente na final. A zebra é sempre uma possibilidade e não queremos correr o risco de ver os Estados Unidos abocanhando mais um bronze e disparando no quadro de medalhas.

precisamos afastar o bronze das americanas.

Sai pra lá: precisamos afastar o bronze das americanas.

A China é que se deu bem e já garantiu ao menos uma dupla na disputa do bronze. A outra vaga para a decisão do terceiro será disputada por duas duplas chinesas: Xue e Zhang Xi contra Tian Jia e Wang.

A dupla brasileira está confiante na derrota.

A dupla brasileira está confiante na derrota.

Este post é um oferecimento de

**********************

Não perca amanhã, em Bronze Brasil:

– O quadro de medalhas atualizado;

– O prognóstico e as reais chances de bronze para o Brasil em todas as modalidades;

– A estratégia de sucesso de Bernardinho rumo ao bronze inédito.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

9 Respostas to “Fui à praia pegar um bronze”

  1. Rafael Says:

    Com esse sol. o Brasil é obrigado a ser o país do bronze.

  2. Raphael Melo Says:

    Haahahaha muito bom!!

  3. Francisco Luz Says:

    E deu! Isabel Cisne e a outra lá conseguiram um suado bronze!

  4. Gabriel Ritter Muniz da Silva Says:

    E É BRONZE NA VELA!!!
    COMEMORARAM VIGOROSAMENTE, COMO TINHA DE SER!

  5. Says:

    Acoooooooooorda, primeiro bronze da vela feminina

  6. Gabriel Ritter Muniz da Silva Says:

    Mas deram mole, quase que ficam com a prata… deram sorte que as holandesas melhoraram o desempenho no final.
    É isso aí, chegamos aos cinco bronzes! Às 7h tem futebol feminino, seguindo firme e forte pra perder pra Alemanha e chegar à tão sonhada disputa do bronze!

  7. dri Says:

    Mais uma vez, o futebol decepciona. Agora foram as mulheres que deixaram as alemãs perderem.
    É gente, vamos disputar o ouro. Nosso sonhado bronze fica pra próxima.

  8. Bernardo Says:

    eh hora de “brilhar fosco” Brasil!

  9. leo Says:

    cenora e bronze huahuahuahau

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: